Eleições 2018 – Deputados e Senadores são mesmo importantes?

Este será o primeiro poste de uma série ilustrando a importância dos nossos representantes.

Esse é o ano mais importante em termos de eleições. Vamos escolher quem vai fazer nossas leis, e quem vai executá-las em vários níveis federativos.

Teremos eleições de: Deputado Estadual ou do Distrito Federal, Deputado Federal, dois Senadores, Governador e Presidente.

Temos 1059 Deputados Estaduais, 513 Deputados Federais, 81 Senadores, 1 Governador e 1 Presidente. Isso dá um total de 1655 novos representantes, contando no Brasil todo.

Muitas pessoas para cargos importantíssimos. Mesmo que você não goste de política, tudo que eles vão fazer ou deixar de fazer vai influenciar na sua vida.

Vou te mostrar o porque essas pessoas são importantes.

Deputados e Senadores: são o cérebro do país.

Vamos ver o que o cérebro do país está pensando no Congresso Nacional:


É, parece que eles são um bloco bem unificado de fato. Aliás, creio que a ilustração está com um erro.

Claro, nem todos são assim. Alguns pensam no povo também e devemos reeleger estes, então a pesquisa do seu candidato é essencial.

Os Deputados e Senadores também fazem as leis, fiscalizam o Presidente e fiscalizam outros órgãos (sendo este papel menos observado).

Porque eles são o cérebro?

Eles vão trilhar os caminhos que todas as pessoas vão ter que seguir. Na realidade, não só pessoas, as empresas também, bem como as instituições sem fins lucrativos e qualquer outra coisa que você possa pensar. Eles têm o poder para colocar leis em tudo, seja ajudando ou atrapalhando.

O peso da caneta deles é muito grande, então eles precisam ter uma visão clara e um projeto de crescimento do país em mente.

Nossos representantes selecionados em 2014 foram muito ruins. Não apenas o PT ou o PSDB foram ruins, foi generalizado. Eles não sabiam pra onde ir. Fazer as leis certas para projetos de retomada do crescimento é de grande importância e em um momento de crise é essencial, aumentar seu próprio salário, não.

Por isso não podemos mais colocar representantes que pensem, basicamente, assim:


Eles também tem o papel de melhorar a fiscalização nas contas e buscar maneiras dos órgãos que fiscalizam serem mais efetivos. Vamos pegar os Tribunais de Contas por exemplo:

Esses tribunais julgam as contas normativamente de vários entes e órgãos, ou seja, eles só olham se o que foi gasto está dentro dos processos legais, mas não verificam a efetividade do gasto, que significa observar se foi bem feito ou não. Cabe ao poder Legislativo, Deputados e Senadores, fazer leis ou pressioná-los sobre este problema. Por exemplo, sugerir métricas de análises de contas mais rápidas, verificar se os gastos dos próprios Tribunais de Contas estão sendo absurdos e no limite, intervir com leis para controlá-los, pois eles controlam estes controladores.

Respondendo a pergunta do título, sim, Deputados e Senadores são muito importantes. Escolha bem.

One Reply to “Eleições 2018 – Deputados e Senadores são mesmo importantes?”

  1. Parabéns Rafa pela publicação, a maioria da população não conhece e não se interessa em conhecer o que cada representante do povo deve fazer e os impactos que causam em nossas vidas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *